Já conhece o novo iMac?

O novo iMac com chip M1 foi anunciado pela Apple, em seu evento Spring Loaded, em 20 de abril de 2021. Apresentado junto com o novo iPhone Purple e iPad Pro, o computador ganhou destaque ao surpreender com sete opções de cores disponíveis. A máquina ainda atribui uma tela de 24 polegadas com resolução 4.5K, câmera Full HD e sistema operacional Big Sur.

 

A empresa havia revelado, em seu lançamento, que os preços para compra no seu site oficial seriam entre R $17.959 e R $22.599. Hoje, setembro de 2021, podemos encontrar modelos em torno de R$13.599.

 

Mas vamos detalhar essa máquina incrível!

 

Chip M1

 

Um dos maiores destaques do novo iMac é a presença do M1, o primeiro chip de computador com sistema operacional Apple Silicon e macOS Big Sur. Esta suíte promete iniciar seu computador instantaneamente e executar tarefas e aplicativos de forma mais rápida e fácil. O computador também apresenta melhor conectividade com outros dispositivos Apple, incluindo a capacidade de atender chamadas e usar os aplicativos integrados do iPhone. O chip

 

O M1 também adiciona o motor neural da Apple ao iMac. De acordo com o fabricante, essa tecnologia pode acelerar as tarefas de aprendizado de máquina em até 3x em aplicativos que tiram proveito do

 

mecanismo neural de 16 núcleos do processador. O núcleo é dividido em CPU e GPU, cada um com oito núcleos.

 

O desempenho do processador é até 85% mais rápido, por exemplo, os usuários podem exportar vídeos rapidamente para o iMovie e trabalhar com fotos HD no Lightroom. A GPU promete desempenho duas vezes mais rápido em aplicativos como Affinity Photo e Photoshop.

Novas cores e novo design

 

O novo iMac está disponível em uma variedade de cores: verde, amarelo, laranja, rosa, roxo, azul e prata, dando aos consumidores mais opções. Além das novas cores, o computador mantém um design minimalista com uma moldura mais fina e compacta. É quase imperceptível quando visto de lado e tem uma espessura de 1,15 cm.

 

Segundo a Apple, graças à arquitetura interna do aparelho, a placa lógica e o conjunto do dissipador de calor foram integrados e são menores que seu antecessor.

 

Tela com resolução 4.5K

 

A nova tela Retina de 24 polegadas do novo iMac, resolução de 4.5K e brilho máximo de 500 nits, pode fornecer imagens brilhantes em interiores. Segundo a Apple, essa tela possui 11,3 milhões de pixels. O modelo também agrega tecnologia True Tone, que ajusta automaticamente a temperatura da cor conforme o ambiente muda, tornando a visualização sempre mais natural. Além disso, possui um revestimento anti-reflexo para melhorar a legibilidade e o conforto de uso.

 

A proposta da empresa era fornecer uma máquina de 24 polegadas com uma estrutura que normalmente alojaria um computador de 21 polegadas. Design mais fino e colocação mais fácil em ambientes mais desafiadores.

 

Resolução Full HD

 

O iMac exibe uma câmera com resolução Full HD (1080p) que pode capturar boas imagens durante uma chamada de vídeo mesmo em ambientes com pouca luminosidade. Outro ponto a ser observado, que melhora o desempenho da câmera do dispositivo, é o processador de imagem do chip M1, que reduz os ruídos das imagens e aprimora outras configurações, como exposição automática e balanço de branco.

 

Atualmente, a máquina não possui o recurso que usa inteligência artificial para enquadrar melhor as pessoas que estão diante da câmera. Batizado de Center Stage, ele é apresentado à geração do iPad Pro.

 

Agora, você tem dúvidas sobre qual modelo escolher? MacBook Intel ou M1?

 

A Intel deseja anunciar os benefícios deste processador em relação ao processador ARM da Apple. Os dados são genuínos, mas a empresa só protege a tecnologia com certos critérios que concedem privilégios ao chip.

 

Um exemplo é a promessa de que os processadores com a arquitetura x86 tornarão a navegação na Internet mais rápida. Usando o WebXPRT3, um benchmark que emula esse uso, ele promete ser quase 300% melhor que o M1. Outro tipo de cenário é aplicar uma macro no Excel (uma comparação direta entre as versões do software ARM e x86) e exportar o documento como PDF.

 

Intel também enfatiza o desempenho do chip em atividades relacionadas à IA. Conforme a empresa, seus produtos funcionam muito melhor com gigapixel AI.

 

O gráfico acima merece destaque. As comparações mostram que os principais processadores de aplicativos da Adobe têm um desempenho ruim, já que o M1 planeja fazer experiências com a versão original da Intel. Os testes de software da Adobe no M1 são mais representativos e tendem a invalidar os resultados da Intel.

 

Gostou? Lembre-se que a DF Notebooks é especialista em produtos Apple.

 

 

Para mais conteúdos como este, nos siga nas redes sociais (@df_notebooks) e, se tiverem dúvidas sobre seu aparelho, traga-o em nossa loja e daremos uma olhadinha pra você! 😉

 

Compartilhe com os seus amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email